corner corner corner corner
Perguntas Frequentes 


Inscrição e frequência - Pessoas com deficiências e incapacidades

 A quem se destina o CRPG?

O CRPG é uma plataforma de recursos especializados destinados a pessoas com deficiências e incapacidades, com perfil de acesso ao mercado de trabalho. Poderá dirigir-se ao CRPG por sua própria iniciativa ou ser encaminhado pelo Centro de Emprego local ou outras estruturas da comunidade (exemplo, escolas, hospitais, etc.).

Quais os serviços disponibilizados pelo CRPG?

Para saber quais os serviços que o CRPG disponibiliza, deverá consultar Serviços/Produtos.

Como posso efectuar a minha inscrição no CRPG?

Para efetuar a sua inscrição no CRPG, terá de estar obrigatoriamente inscrito num Centro de Emprego. Assim, deverá inscrever-se no Centro de Emprego da sua área de residência e dirigir-se ao Serviço de Atendimento a Clientes do CRPG.

Qual o tempo de espera até ser chamado para iniciar um programa/serviço no CRPG?

De uma forma geral, não é expectável que haja tempo de espera para iniciar o processo no CRPG. Este tem início de forma imediata após o primeiro contacto.

Qual o custo associado aos programas/serviços no CRPG?

Os programas/serviços do CRPG beneficiam de apoios públicos. A frequência dos mesmos é gratuita, excetuando situações em que esteja identificada uma entidade responsável pelo financiamento do processo de reabilitação (exemplo, seguradora).

Há apoios sociais para participar nos programas e serviços do CRPG?

Sim. Para saber quais os apoios sociais disponibilizados pelo CRPG, consulte Área Cliente - Apoios sociais.

O CRPG disponibiliza apoio para alojamento e transporte?

Sim. Para saber quais os outros apoio disponibilizados pelo CRPG e em que situações se pode beneficiar dos mesmos, consulte Área Cliente - Outros apoios.

 Seta a apontar para o topo Topo

Serviços e oferta formativa

Quais os cursos de formação disponibilizados pelo CRPG?

Para saber qual a oferta formativa do CRPG, consulte Serviços/Produtos - Educação/Formação.

Que tipo de certificação obtenho através da realização de um curso de formação no CRPG?

No caso das qualificações integradas no Catálogo Nacional de Qualificações, no final é atribuído um diploma de qualificação. No caso da conclusão ser parcial, com aproveitamento de um ou mais módulos de formação, mas não suficientes para concluir uma qualificação, é atribuído um certificado de qualificações.

O CRPG garante a minha integração profissional?

O objetivo do CRPG é apoiar a construção e implementação do plano individual do cliente para integração na vida activa e profissional. Não está garantida a obtenção de trabalho/emprego.

Se já frequentei formação no CRPG, posso voltar-me a inscrever em outros programas/serviços do CRPG?

Sim, desde que seja encaminhado pelo Centro de Emprego da sua área de residência.

Enquanto antigo cliente, posso atualizar competências no CRPG?

Sim, para além das ações de qualificação inicial, há a possibilidade de realizar ações de formação profissional contínua. Deve estar inscrito no Centro de Emprego da sua área de residência e contactar o Serviço de Atendimento a Clientes do CRPG para formalizar a sua inscrição.

  Seta a apontar para o topo Topo

Produtos de apoio

Amputação

Quais são as causas mais comuns para a amputação?

A amputação poderá ocorrer por várias causas, entre as quais traumáticas como por exemplo acidentes de viação e/ou de trabalho, infeção, diabetes, doenças vasculares, cancro, etc.

O que acontece antes da cirurgia de amputação?

Sempre que possível, poderá ter sessões de fisioterapia, apoio psicológico e apresentação/introdução à prótese. Estas etapas não são viáveis no caso das amputações traumáticas. 

Quais são as etapas comuns de um tratamento pós operatório?

Deverão estar incluídas, entre outras, fisioterapia, que inclui treino de equilíbrio, adaptação de uma prótese, cuidados com o coto e cicatriz, treino de atividades da vida diária, treino de utilização de cadeira de rodas, treino de marcha com e sem utilização de auxiliares de marcha, adaptação do domicilio, etc.

Poderei sentir alguma dor no coto? O que causa a dor no coto?

Poderá sentir dor no coto. Esta poderá ter diferentes origens, que lhe serão explicadas pela equipa médica e de enfermagem após a amputação. No entanto, a dor no coto pode ocorrer devido a crescimento de espículas ósseas ou à existência de um fragmento ósseo pontiagudo, deficiente circulação de sangue na zona do coto, terminações nervosas hipersensíveis ou existência de neuromas, infecção, etc.

Poderá ainda sentir dor se a ligadura de coto estiver demasiado apertada ou com estrangulamentos e, quando usar a prótese, sempre que o encaixe estiver desadequado. É importante estar atento e reportar rapidamente a informação sobre a dor para que possa ser corretamente aconselhado e tratado.

 Seta a apontar para o topo Topo

Dor fantasma

O que é a sensação de membro fantasma?

A sensação de membro fantasma é comum entre os amputados e é vulgarmente referida como “sensação” de presença do membro ou parte do membro que foi amputado. Poderá também ser referida a sensação de dor nesse membro ou parte de membro, sendo nessa altura designada sensação de dor fantasma.

O que é dor fantasma?

A dor de membro fantasma poderá ser descrita como a sensação de dor num membro ou parte do membro que já foi removido. Esta dor é , por vezes ,descrita como uma sensação de queimadura, picada ou ainda como uma dor de corte ou aperto. A sensação de dor, tipo de dor e nível ou intensidade variam de pessoa para pessoa.

Quando aparece a dor fantasma? Quanto tempo dura?

O aparecimento e duração da sensação de dor fantasma varia de indivíduo para indivíduo, devendo ser avaliada em conjunto com a equipa de reabilitação que o acompanha. Embora possa surgir em qualquer altura, existem referências que a situam nas duas semanas seguintes à amputação.

Quais são os fatores que podem agravar a dor fantasma?

Fatores externos como, por exemplo, o cansaço ou fadiga, as alterações do tempo, ansiedade, e uma prótese mal adaptada poderão influenciar negativamente a sensação de dor fantasma.

Quais são os fatores que podem reduzir a sensação de dor fantasma?

A sensação de dor fantasma pode ser melhorada quando se utiliza uma prótese bem adaptada. Poderá também ajudar que se mantenha ocupado, descansado e motivado.

Como se pode tratar a dor fantasma?

O seu médico e terapeuta poderão aconselhar sobre o melhor método para o tratamento/diminuição da dor fantasma. Entre outros poderão ser aconselhados tratamentos de fisioterapia ou medicamentos.

 Seta a apontar para o topo Topo

Produção e utilização de prótese

Como decorre o processo de fabrico da prótese?

Quando a equipa responsável pelo seu processo de reabilitação o encaminhar para a realização de uma prótese, deverá ter em consideração que se trata de um processo que consta habitualmente das seguintes etapas:

  • Tomada de molde / medidas do coto
  • Prova de encaixe
  • Prova de marcha (membro inferior)
  • Treino de marcha – que decorrer habitualmente no hospital ou clínica próxima da sua residência
  • Revisões da prótese
  • Acabamento

A duração do processo é variável e depende da sua capacidade de adaptação à prótese e disponibilidade para treino. Em média, poderá demorar 2 a 4 meses.

Durante o processo de adaptação de uma prótese para o membro inferior deverá usar sempre roupa confortável e não deverá mudar o tipo de sapatos, pelo menos a altura de tacão destes, pois esta pode alterar o alinhamento da prótese.

 Seta a apontar para o topo Topo

Poderei sentir desconforto ao usar uma prótese?

Deverá ter em consideração que uma prótese é um elemento estranho ao corpo e que por esse motivo poderá sentir desconforto. O desconforto poderá ser melhorado com o treino adequado e bom ajustamento da prótese ao seu corpo.

O que devo ter em consideração ao escolher uma prótese?

Existem vários fatores que deve ter em consideração no momento de escolher uma prótese. Esta etapa é apoiada pelo médico e a equipa de reabilitação que o ajudarão a escolher a melhor solução para o seu caso. Entre outros fatores, deverá ter em consideração:

  • o nível de amputação e o tipo de uso que pretende dar à prótese
  • a função/ocupação que irá desenvolver, o tipo de atividades (por exemplo, desporto, outras)
  • a aparência estética/cosmética pretendida
  • os recursos financeiros de que dispõe

Quais as etapas após a conclusão de adaptação à prótese?

Ao longo da vida deverá ter necessidade de alterar o encaixe e a prótese, por desgaste, ou mesmo por necessidade de adaptação desta às suas necessidades. Deverá ter em conta as seguintes intervenções:

  • Avaliação e follow up, de modo continuado
  • Manutenção e atualização da prótese
  • Treino ocupacional e adaptação ao trabalho
  • Adaptação a tarefas comuns como, por exemplo, a condução
  • Reintegração na comunidade e participação

 Seta a apontar para o topo Topo 

Última atualização: 25-10-2013 
Quem Somos | A sua opinião | Sugestões/Elogios/Reclamações
Recomende este sítio da Internet | Mapa do Sítio | Contactos
CRPG - Centro de Reabilitação Profissional de Gaia está a adaptar os seus conteúdos
ao abrigo das regras estabelecidas no Acordo Ortográfico de 1990 e posteriores modificativos.
Por questões técnicas, neste momento ainda coexistem neste website as ortografias pré-acordo e pós-acordo.








               Política de Privacidade | Termos de Utilização

       © 2016 CRPG Símbolo de Acessibilidade na Web[D]